Uma cidade que encanta ...

SEMANA PAULO SETÚBAL É RECONHECIDA PELO CONDEPHAT COMO PATRIMÔNIO CULTURAL IMATERIAL DE TATUÍ

O Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico e Artístico de Tatuí (CONDEPHAT) reconheceu a Semana Paulo Setúbal – que abre as festividades do aniversário de Tatuí – como Patrimônio Cultural Imaterial do Município, sendo promulgado pelo prefeito Miguel Lopes Cardoso Júnior o Decreto Municipal nº 24.675, de 11 de dezembro de 2023 (https://bit.ly/3H2J4nl).

O processo de registro emitido pelo Conselho de Patrimônio contém 33 páginas estruturadas por meio de pesquisas realizadas, entre outras, por Rogério Vianna e Donny Barros. Ele foi apresentado pelos integrantes da Resolução (https://bit.ly/3H4mDyf), os conselheiros Cristiano Guimarães de Camargo e Rogério Donisete Leite de Almeida, sendo aprovado pelo CONDEPHAT.

De acordo com o presidente do CONDEPHAT, Antonio Celso Fiuza Junior, “esse é um passo importante para o reconhecimento da Semana que agora terá seu documento enviado para ser analisado e reconhecido em esferas estadual e federal”.

Foram consideradas as seguintes justificativas para a estruturação do Decreto que reconhece a Semana Paulo Setúbal: a Lei Municipal nº 5.113, de 7 de agosto de 2017, que cria a Semana Paulo Setúbal no âmbito do município de Tatuí e dá outras providências (https://bit.ly/4aJWSAK); o pertencimento do ato de criação que deu origem a Semana Paulo Setúbal, idealizada por Fernando Guedes de Moraes, Celso Vieira de Camargo e Paulo Sílvio Azevedo, e que teve sua primeira realização em 1943; a Lei Estadual nº 3.690, que oficializa a importância da Semana Paulo Setúbal; e o Decreto Estadual nº 33.092, que instituiu dois prêmios em dinheiro com a denominação Prêmio Literário Paulo Setúbal.

A importância de tal Semana, que fomenta, através do Museu Histórico “Paulo Setúbal”, o fazer literário por meio de três importantes certames literários, também é uma das justificativas do Decreto, já que os objetivos são: manter a produção literária local valorizando a vida e obra do imortalizado tatuiano Paulo Setúbal; valorizar o escritor tatuiano; fortalecer e estimular o interesse pela leitura e literatura; fomentar ações literárias em espaços públicos; e promover a pluralidade artística na literatura.

Além disso, a Semana Paulo Setúbal difunde a produção literária do município com os Editais: “Prêmio Literário Paulo Setúbal – Contos, Crônicas e Poesias”, de abrangência nacional, instituído em 2003; “Concurso Paulo Setúbal – Literatura e Artes Visuais”,de abrangência municipal, dedicado exclusivamente para a Rede de Educação e instituído em 2002; “Publicação de Livro”, de abrangência municipal, valorizando a publicação de obras de escritores tatuianos e instituído em 2023; e “Festival de Arte e Cultura”, criado em 2021, focando no fomento e na difusão de projetos culturais para realização de atividades de arte e cultura no calendário cultural do Museu Paulo Setúbal.

SOBRE A SEMANA PAULO SETÚBAL

A primeira edição da Semana Paulo Setúbal aconteceu em 1943, idealizada por Fernando Guedes de Moraes, Celso Vieira de Camargo e Paulo Sílvio Azevedo, e se tornou a principal Semana de Arte, Cultura e Literatura dos tatuianos.

Em 11 de agosto de 1956, a Semana passou a ser promovida pela “Casa de Paulo Setúbal” – em um prédio cedido pelo Banco Sul Americano do Brasil, atualmente o Banco Itaú, cujo principal acionista era filho do escritor tatuiano Paulo Setúbal – no período de 5 a 11 de agosto. Depois, em 2 de janeiro de 1957, por meio da Lei nº 3.690, o Governo do Estado de São Paulo oficializou a Semana Paulo Setúbal.

No dia 11 de julho de 1958, o Decreto nº 33.092 instituiu dois prêmios em dinheiro com a denominação “Prêmio Literário Paulo Setúbal”. Em 1967, o tema foi “A religião na obra de Paulo Setúbal”, e em 1969 foi “O romance histórico de Paulo Setúbal no contexto do romance histórico brasileiro”.

Em 1976, o “Prêmio Literário Paulo Setúbal” teve como tema “O centenário do historiador Afonso de E. Taunay” e também foram realizados: o concurso “A Melhor Fotografia da Cidade de Tatuí”; o lançamento do carimbo comemorativo do sesquicentenário da cidade, elaborado pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos; e a apresentação da primeira montagem do Grupo de Teatro do Conservatório de Tatuí “Antígona”, com direção de Moisés B. Miastkuosky.

“O Telurismo na obra de Paulo Setúbal” foi o tema do Prêmio Literário no ano de 1980. Dois anos depois (1982), aconteceu a 40ª Semana Paulo Setúbal, com a “Maratona Intelectual Paulo Setúbal”.

Já no ano do centenário de nascimento de Paulo Setúbal (1993), a Semana promoveu novamente a Maratona Intelectual, com o objetivo de despertar nos estudantes o desejo de conhecer as obras do escritor, romancista histórico e poeta Paulo Setúbal. Foram realizados concurso de monografias escolares, salão de artes plásticas, exposição de objetos pessoais e filmes e o I Salão de Artes Plásticas Infanto-Juvenil, destinado aos jovens de até 16 anos de idade, nas modalidades pintura, desenho e escultura.

No ano de 2002 foi criado o “Concurso Paulo Setúbal – Literatura e Artes Visuais”, de abrangência municipal e dedicado exclusivamente para a Rede de Educação. E, em 2003, foi instituído o “Prêmio Literário Paulo Setúbal – Contos, Crônicas e Poesias”, de abrangência nacional. Ambos contaram com o apoio da família Setúbal.

A partir de 2008, para a divulgação dos vencedores e das obras do certame de Paulo Setúbal, passou a ser produzido um tabloide, suplemento editado pelo jornal “O Progresso de Tatuí”, existente até hoje.   

Em 2009, além do Concurso Paulo Setúbal, de abrangência nacional e municipal, a Semana contou com o “Paulo Setúbal Show”, um game de perguntas e respostas entre alunos da Rede de Educação, sobre a vida e obra do escritor tatuiano. Esse game foi realizado até o ano de 2012.

No ano de 2010, o tema do Concurso foi a clássica obra do imortal tatuiano “A Marquesa de Santos” e teve início o Concurso Paulo Setúbal de Fotografia. Um ano depois (2011), na realização da 69ª Semana Paulo Setúbal, o tema do Concurso de abrangência municipal foi a obra “Confiteor” e foi instituída a logomarca da Semana, de autoria de Marcos Bueno, definida como a reprodução do bordado do galardão que Paulo Setúbal usou na Academia Brasileira de Letras e que, atualmente, é parte do acervo do Museu Histórico “Paulo Setúbal”, com a assinatura do escritor tatuiano.

Em 2012, ocorreram as comemorações de 70 anos da Semana Paulo Setúbal. Em 2013, o tema do Concurso foi “A Bandeira de Fernão Dias” e, em 2014, “Alma Cabocla”. Em 2016, inspirado nas obras “Confiteor” e “Alma Cabocla”, o Concurso de abrangência municipal teve como tema: “Tatuí, na Obra de Paulo Setúbal”.

Em 7 de agosto de 2017, a Lei Municipal n° 5.113 criou a “Semana Paulo Setúbal” em Tatuí. Naquele mesmo ano, o 16º Concurso Paulo Setúbal – Literatura e Artes Visuais, de abrangência municipal e disputado pelos alunos da Rede de Ensino, teve como tema: “80 anos salvaguardando a memória do escritor tatuiano (1937/2017)”. A partir de então, o Concurso passou a ser gerido pelo Museu Histórico “Paulo Setúbal”.

No ano de 2018, o 17º Concurso Paulo Setúbal – Literatura e Artes Visuais teve o objetivo de valorizar os professores e, como tema, o capítulo VI de “Confiteor”: “O homem mais rico de minha terra”.

Em 2019, o 18º Concurso Paulo Setúbal – Literatura e Artes Visuais apresentou como tema “Discurso da Academia Brasileira de Letras (1934-2019)”, comemorando os 85 anos de história do discurso proferido pelo escritor tatuiano ao ser imortalizado pela Academia Brasileira de Letras. Nesse ano, os vencedores do 1º, 2º e 3º lugares, respectivamente, passaram a receber um troféu elaborado em latão polido (ouro), em alumínio polido (prata) e em latão patinado de castanho (bronze), todos personalizados com base de granito e plaqueta em latão com o nome dos vencedores gravados.

Devido à pandemia da Covid-19, em 2020 o Prêmio Literário Paulo Setúbal, de abrangência nacional, que fez alusão ao Centenário do edifício sede do Museu, foi realizado de forma virtual, registrando recorde de inscrições: 2.249, sendo 1.981 on-line e 368 via Correios. Naquele ano, o Concurso de Literatura e Artes Visuais não foi realizado para a Rede de Educação, devido à ausência das aulas presenciais.

Em 2021, foi instituído o Festival de Arte e Cultura de Tatuí, focando no fomento e na difusão de projetos culturais.

Por fim, no ano de 2023, foi instituído um Edital para Publicação de Livro, destinado exclusivamente para escritores tatuianos com o intuito de fomentar a produção literária na Terra de Paulo Setúbal.