Sítio Santa Rosa

Tempo de leitura < 1 minuto

O Sítio Santa Rosa é um acampamento educativo, que desenvolve o Turismo Rural Pedagógico desde 2003 para crianças da Educação Infantil até o ensino Fundamental I. Localizado na cidade de Tatuí, interior de São Paulo a 129 km da capital. São realizados projetos pedagógicos de Intercâmbio Cultural Indígena, Educação Ambiental e Folclore Brasileiro. O acampamento oferece ao aluno a possibilidade de experimentar o convívio em grupo, diferentes culturas, aprender brincando num ambiente natural e saudável, longe da agitada e tecnológica vida urbana. Em seus projetos pedagógicos a Educação Ambiental e o Intercâmbio cultural com índios que proporciona a valorização da cultura através da Pluralidade Cultural e amplia a visão do aluno em relação a diferentes povos e etnias, fortalecendo sua identidade enquanto cidadão brasileiro.
Localização: Estrada do Queimado, S/Nº – Bairro Água Branca.
Telefone: (15) 99705-6883 – Informações e Reservas.
Site: www.sitiosantarosa.com.br 

Sítio do Carroção

Tempo de leitura 2 minutos

O Sitio tem como ponto forte a vocação para a Pedagogia. Conta com uma área de 692.000 m2, arquitetura colonial e o sítio tem capacidade para atender 300 pessoas. São mais de 150 funcionários diretos, chegando a mais de 200 em suas temporadas de férias, distribuídos entre inúmeras equipes.
Em 1969, é lançada a pedra fundamental: uma casa de madeira é construída pessoalmente por Luís Gonzaga Rocha Leite. Sem um propósito definido para o local, com apenas a intenção de proporcionar finais de semana agradáveis para a família e amigos, ele inicia a procura para a escolha do nome a ser escolhido para o sítio. No ano seguinte, um antigo carroção é encontrado por Luís Gonzaga durante filmagens publicitárias, é restaurado e torna-se o marco do empreendimento. A partir daí, todos os visitantes já denominam o local como “Sítio do Carroção”, cuja inauguração ocorre 1971, que tem sua ampliação em alqueires no ano de 1975 com a chegada de Maria da Graça (Gracinha) e Domingos Barone. Em 1976, o Projeto Aldeia é criado prevendo um imenso complexo hoteleiro em estilo normando e uma fortificação em estilo colonial
Em 1979, é o ano que define o futuro do Sítio do Carroção. Durante uma temporada de férias, Luís Gonzaga chama a atenção de todos para ouvir no rádio de seu Dodge as notícias de última hora (que, por brincadeira, ele havia gravado previamente): “E atenção – o Skylab, estação espacial da NASA está para cair em nosso planeta a qualquer instante e há grandes possibilidades de fragmentos caírem próximos à cidade de Tatuí”. Com sua grande experiência cenográfica, Luís Gonzaga cria um ambiente impecavelmente real, com efeitos especiais, tornando totalmente verídica aquela situação. A reação de todos foi de tamanha magnitude que a consequência dessa vivência foi inesquecível e com certeza estimulou um grande interesse pela área astronômica.
Conhecido como o único Resort pedagógico do Brasil, o Sítio do Carroção apresenta uma infraestrutura básica, totalmente subterrânea: água e esgoto, gás, eletricidade, telefonia e Internet. Conforto também é palavra-chave: por isso, as pousadas são aconchegantes, amplas e arejadas e foram planejadas para abrigar camas individuais. O restaurante oferece várias refeições por dia, chefiado por uma equipe que produz cozinha artesanal com equipamentos industriais. Mas toda essa infraestrutura impecável não estaria completa se não contasse com o fator humano: suas equipes de profissionais altamente capacitados fazem por merecer o prêmio que lhe foi conferido pelo Discovery Channel como o Melhor da América Latina.
Localização: Estrada Tatuí – Guareí, s/nº
Telefone: (15) 3305-2000 – Informações e Reservas.
Site: www.sitiodocarrocao.com.br

Escola Municipal de Ensino Fundamental “João Florêncio”

Tempo de leitura < 1 minuto

Foi o primeiro Grupo Escolar de Tatuí. Esse grupo foi constituído por dois outros que tiveram funcionamento à parte, o da seção masculina e o da feminina. O grupo escolar masculino foi criado por deliberação do Conselho Superior, em 4 de outubro de 1895, e instalado em 27 de novembro do mesmo ano, anexando-se para isso as escolas masculinas então providas. O grupo escolar feminino foi criado por aviso de 11 de outubro de 1897, que autorizou o professor Cesário Lange Adrien, inspetor do 37º distrito, a reunir as escolas destinadas às meninas e dirigir interinamente o estabelecimento. A instalação aconteceu em 25 de outubro de 1897, com a anexação das escolas femininas. O Grupo Escolar de Tatuí, com ambas as seções, foi instalado em 21 de março de 1898, quando foi dispensado o diretor da seção masculina e nomeado diretor desse grupo o professor Cesário Lange Adrien. Data de 1909 a construção de um prédio próprio, que esse edifício fez parte de um conjunto de projetos para 4 escolas, de autoria de Manuel Sabater.

Pelo alto valor histórico na evolução educacional do Estado de São Paulo, juntamente com outras 122 escolas públicas da capital e do interior, seu prédio foi tombado pelo Conselho do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (CONDEPHAAT).

Localização: Rua Cel. Aureliano de Camargo 21, Centro

Escola Estadual Barão do Suruí

Tempo de leitura < 1 minuto

A praça é popularmente conhecida como “Praça do Barão”, por em seu entorno está localizada a Escola Estadual Barão de Suruí. O prédio foi construído no ano de 1917, padrão dos grandes grupos escolares, com acréscimo de espaços para biblioteca e laboratório, com autoria de Carlos Rosencranz. Exemplar de uma das tipologias de edificação escolar implantadas durante a Primeira República pelo Governo do Estado de São Paulo, como parte da política pública de amplos investimentos feitos para promover a educação básica da população, ministrada fundamentalmente nos Grupos Escolares, e a formação adequada de professores, nas Escolas Normais. As construções resultaram de projetos e obras realizadas pelo Departamento de Obras Públicas (DOP), estrutura ligada à Secretaria da Agricultura responsável por criar e manter a infraestrutura paulista.

Tombado por meio da resolução 60, de 21/07/2010 pelo CONDEPHAAT – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico São Paulo.

Localização: Rua Maneco Pereira 515, Centro

Planetário de Tatuí

Tempo de leitura < 1 minuto

O planetário é Equipado com o projetor AsterDomus ASTER modelo IV com 8,0 metros de diâmetro e 6,20 metros de altura central. O projetor Aster IV foi o primeiro projetor planetário fabricado inteiramente no Brasil. Inaugurado em 22 de abril de 2000 e tem capacidade para 50 pessoas.

Localização: Rua Oracy Gomes, 665, Centro
Telefone: (15) 3251-1573  – Visitação com agendamento prévio