Avenida Cônego João Clímaco

Tempo de leitura < 1 minuto

Praça Olívio Junqueira – Praça localizada entre o Poder Executivo e o Poder Legislativo de Tatuí, dividida pelo Chafariz “Professor Nacif Farah”.

Atualmente, situa-se na Avenida: a Prefeitura de Tatuí, Praça Olívio Junqueira, Câmara Municipal, Cemitério Cristo Rei, Unidade II do Conservatório de Tatuí (antigo prédio do Fórum), Estádio Dr. Gualter Nunes, Busto de Ivo Zani, Santa casa de Misericórdia de Tatuí e a Capela da Santa Casa.

Em seu trajeto podemos apreciar o Chafariz “Professor Nacif Farah”, o Busto de Ivo Zani, o Cruzeiro em frente à entrada do Cemitério e o Monumento dos Três Poderes.

No início era conhecida como Rua Boa Vista, em referência à visão que se tinha dos campos do Morro Alto. No ano de 1893, a mando do então intendente, o Dr. Francisco de Salles Gomes, foi plantado naquele logradouro um grande número de mangueiras, pois, segundo seu entendimento como médico, as folhas das mangueiras produziam um oxigênio propício à cura do bócio, doença comum por muitos anos em Tatuí. Com o Falecimento do Cônego João Clímaco de Camargo acorrido no ano de 1905, a avenida passou a ter seu nome. Mas devido às mangueiras, o povo passou a chamá-la de Avenida da Mangueira.

Praça “Ayrton Senna da Silva”

Tempo de leitura < 1 minuto

Localizada na vila Dr. Laurindo, a praça “Ayrton Senna da Silva” é um excelente espaço para atividades esportivas e culturais, sua estrutura conta com academia ao ar livre, brinquedos, quadra poliesportiva, quadra de areia, cancha de malha, quadras de tênis e de badminton e uma pista de caminhada de 1050km.

Ayrton Senna da Silva de Tatuí

Na praça há um busto em homenagem ao grande piloto Ayrton Senna da Silva devido a afinidade entre Ayrton Senna da Silva e Tatuí que teve início ao final da década de 1980 quando o tricampeão de Fórmula 1 adquire uma gleba de terra de 80 alqueires da família Teles, na Rodovia Municipal Antonio Teodoro da Silva, nome do avô do piloto. Denominada de Fazenda Dois Lagos, em dezembro de 1991 com a inauguração do kartódromo dá projeção mundial a Tatuí. Ayrton Senna, quando não estava em suas atividades no mundo do automobilismo frequentava a Fazenda, era seu refúgio. Recebeu o título de Cidadão Tatuiano, e recebeu pessoalmente a honraria outorgada pelo Poder Legislativo. Faleceu em 01 de maio de 1994 deixando órfão os tatuianos que dedicaram um Projeto Educacional em seu nome – Projeto NEBAM – Núcleo de Educação Básica Municipal “Ayrton Senna da Silva”.

Localização: Rua 7 de Setembro, vila Dr. Laurindo

Praça do Carroção (Bairro Valinho)

Tempo de leitura < 1 minuto

A praça tem várias ilhas com diversos tipos de brinquedos desenvolvidos ecologicamente com eucaliptos, conta com playground e academia ao ar livre com mais de 25 equipamentos é uma ótima opção de lazer para crianças, famílias e também para os idosos.
Localização: Av. Zilah de Aquino

Praça Paulo Setúbal (Praça do Barão)

Tempo de leitura < 1 minuto

Onde se Localiza a Escola Estadual Barão de Suruí, Escola Municipal João Florêncio, Igreja do Rosário e a Casa da Família da Atriz Vera Holtz.

A Praça Paulo Setúbal, leva o nome do escritor e romancista tatuiano imortalizado pela Academia Brasileira de Letras, Paulo de Oliveira Leite Setúbal que escreveu várias obras, destacando-se: “Alma Cabocla”, “A Marquesa de Santos”, “As Maluquices do Imperados”, “Confiteor”, entre outras. O Busto de Paulo Setúbal, esculpido por Luís Morrone (1906-1998), situa-se entre as esquinas da Rua 13 de fevereiro e Rua José Bonifácio. Atualmente, a praça do Barão se tornou o “Quintal do Saber”, apresentando diversas curiosidades do entorno da praça, salas de aula ao ar livre, além da revitalização da histórica “Rosa dos Ventos”, inscrita em pedra portuguesa no solo, e é gerida pela UNIMED-Tatuí.

A Igreja do Rosário que já foi sede do velório púbico de Tatuí por muitos anos.

Praça Martinho Guedes (Jardim da Santa)

Tempo de leitura < 1 minuto

O Patrono da Praça Matinho Guedes Pinto de Mello é um português que se instalou em Tatuí devido ao plantio de algodão a ser utilizada pela indústria têxtil que almejava construir na cidade.

A Praça inaugurada em 1910 é popularmente conhecida por “Jardim da Santa” por ter uma linda escultura em pedra, efígie da “Santa”, doada pelo embaixador José Carlos de Macedo Soares, em representação a Nossa Senhora da Imaculada Conceição, padroeira de Tatuí, feita por Luiz Morrone. A sua inauguração deu-se no dia 20 de Agosto de 1945, quando era prefeita a Professora Chiquinha Rodrigues.

O “Pinheirão” da Praça é enfeitado para o Natal todos os anos desde 1956 em Tatuí, pelo então conhecido Clube 17e se tornou ponto turístico e um dos símbolos da cidade, se tornando um patrimônio de Tatuí. O pinheiro já chegou a ter 50 metros e chegou a ser a maior do Brasil no passado, mas na década de 80, um raio a atingiu e a deixou pela metade. Desde então, muita coisa mudou no município, mas a tradição de enfeitar a árvore com luzes e objetos é mantida há 59 anos. O Pinheiro de Natal faz parte do cenário tatuiano.

O Centro Cultural de Tatuí “Professor Mauro Antônio Mendes Fiusa” onde situa-se a Sala de exposições de Artes Visuais, o Teatro e a Secretaria de Cultura e Turismo está localizado de fronte a Praça.

Praça da Matriz

Tempo de leitura < 1 minuto

A Praça da Matriz de Tatuí, a primeira da cidade, foi fundada no dia 9 de junho de 1907, pelo gestor municipal Cândido José de Oliveira. A Praça da Matriz conhecida como “Jardim Público” demorou quase dois anos para ser inaugurada. A cerimônia de inauguração da praça, segundo notícia publicada pelo jornal “Cidade de Tatuhy”, foi abrilhantada com uma grandiosa quermesse, em benefício da festa do Divino Espírito Santo. O jardim, iluminado a gás acetileno, recebeu apresentações das bandas “Santa Cruz” e “São Vicente”. Diz o periódico que várias barracas foram instaladas na praça.

Hoje a praça da matriz foi totalmente reformada. Conta com os monumentos dos músicos João Batista Del Fiol, grande incentivador na instalação do Conservatório de Tatuí, onde foi professor de violoncelo e Octávio Azevedo, conhecido como Bimbo Azevedo o compositor de mais de 80 obras, está imortalizado no Hino a Tatuí. A Praça salvaguarda o monumento a Bíblia, que foi o terceiro monumento dedicado à Palavra de Deus construído no Brasil.

Em 2011, passou por reforma e o projeto do arquiteto tatuiano Fábio Villa Nova permitiu um novo coreto, fonte luminosa e acessibilidade, além de pisos e canteiros que criaram um novo layout ao paisagismo da Praça.

Praça Cesário Mota (Praça do Junqueira)

Tempo de leitura < 1 minuto

Uma Praça aconchegante com ambiente familiar e repleta de árvores e arbustos, conhecida popularmente como Praça do Junqueira, pois na proximidade havia uma chácara que pertenciam à família Junqueira, família essa tradicional em Tatuí. Assim, a praça popularmente ficou conhecida como Praça do Junqueira.

Localização: Rua do Cruzeiro, Centro

Praça Antônio Prado (Concha Acústica)

Tempo de leitura < 1 minuto

Atualmente é o ponto de realização de eventos sociais, culturais e turísticos. Antigamente, essa praça era conhecida como Largo da Beneficência. Era a praça central, já que ainda não existia a Praça da Matriz.

Hoje em dia, a praça é popularmente conhecida como “Concha Acústica” devido a estrutura de palco construída em 1968, na administração do Prefeito Paulo Assumpção Ribeiro. Por meio da Lei nº 3044 de 1998 a “Concha Acústica” localizada na praça passa a ser denominada “Maestro Spartaco Rossi”.

Localização: Rua Capitão Lisboa, Centro