Uma cidade que encanta ...

VÍDEOS EM HOMENAGEM A MILTON NASCIMENTO SERÃO LANÇADOS NO CANAL DO MUSEU “PAULO SETÚBAL” NO YOUTUBE

O Museu Histórico “Paulo Setúbal”, da Prefeitura de Tatuí, anuncia o lançamento, em seu canal no YouTube, de dois vídeos instrumentais em homenagem ao cantor e compositor Milton Nascimento.

Eles foram produzidos pelo músico Celso Veagnoli, que executou as músicas com saxofone e teclados, além de programar samplers de bateria. A produção incluiu arranjo, captação, gravação e edição de áudio e vídeo. Os dois vídeos estarão disponíveis nesta quinta-feira (4/5), a partir das 19h, em comemoração ao Dia Municipal da Literatura Tatuiana.

Eles apresentam releituras de duas canções consagradas do artista “Cravo e Canela” (disponível em https://bit.ly/3nqlvPi) e “Nada Será Como Antes” (disponível em https://bit.ly/3ANeU4w). A primeira música é baseada em um ritmo raro de samba em ¾, o que transformou Milton Nascimento em um standard do meio musical brasileiro. E “Nada Será Como Antes” teve uma versão instrumental consagrada pelo saxofonista brasileiro Victor Assis Brasil, tornando-se também uma homenagem a esse grande músico.

De acordo com Celso Veagnoli, a ideia do Projeto surgiu em meio à despedida de Milton Nascimento dos palcos, em novembro de 2022, com o show “A Última Sessão de Música”. “Além de colaborar com a difusão da Música Popular Brasileira e da música instrumental brasileira, os vídeos também buscam contribuir para a apreciação e a formação de plateia desses gêneros musicais”, explica o proponente.

Milton Nascimento é um dos maiores cantores da música brasileira, aclamado tanto no Brasil quanto no exterior. Com uma carreira de mais de cinco décadas, ele gravou 42 álbuns, sendo que 9 deles foram indicados ao Grammy, sendo premiado cinco vezes. Além de parcerias com grandes nomes da música brasileira – como Tom Jobim, Elis Regina, Chico Buarque e Caetano Veloso -, Milton também dividiu músicas e shows com estrelas internacionais, entre elas Herbie Hancock, Wayne Shorter, Quincy Jones e Bjork.

Com os vídeos, o Museu Histórico “Paulo Setúbal” busca contribuir para a valorização da música brasileira e apresentar novas versões das canções de Milton Nascimento para a apreciação do público.