Uma cidade que encanta ...

VENCEDORES DO “21º PRÊMIO LITERÁRIO PAULO SETÚBAL” SÃO DIVULGADOS PELA PREFEITURA

Os escritores que venceram o “21º Prêmio Literário Paulo Setúbal – Contos, Crônicas e Poesias”, de abrangência nacional, promovido pela Prefeitura de Tatuí, por meio do Museu Histórico “Paulo Setúbal”, foram conhecidos na noite desta terça-feira (2/8), durante cerimônia de premiação no Teatro Procópio Ferreira, do Conservatório de Tatuí.

Transmitida ao vivo no canal do Museu no YouTube (https://bit.ly/2Yuui6i), a cerimônia marcou o início da 81ª Semana Paulo Setúbal e contou com a participação especial do grupo Asas de Contação de Histórias, Recreação e Música que, inspirado nas obras dos vencedores, criou livremente uma produção artística.

O mestre de cerimônia, Rogério Vianna, registrou a presença do secretário municipal de Esporte, Cultura, Turismo e Lazer, Douglas Dalmatti Alves Lima (Buko), e de, aproximadamente, 200 escritores e apreciadores do Certame Literário; no YouTube, o evento alcançou 858 visualizações.

No Teatro, presencialmente, recebeu a Menção Honrosa, na categoria Crônicas, Eduardo Alves de Miranda pela obra “A Poltrona Rebelde”; e o Prêmio Galardão, na categoria Contos, Lúcio Rodrigues Júnior, pela obra “Remetido Sangue”. Ambos foram agraciados com troféu e R$ 1.500,00.

Nos próximos dias, a equipe do Museu entrará em contato com os vencedores que não estavam presentes na cerimônia, a fim de confirmar o endereço para envio do troféu, do tabloide e assinatura do termo de Depósito, que serve de requisição para que o prêmio possa ser empenhado. Os contemplados com a Menção Honrosa receberão os trabalhos por e-mail, indicados no ato da inscrição.

Os troféus do Prêmio Literário Paulo Setúbal, criados em 2019, são feitos em latão polido (ouro) para os contemplados em 1º lugar; feitos em alumínio polido (prata) para os 2º lugares; e feitos em latão platinado de castanho (bronze) para os 3º lugares. Todos são personalizados com base de granito e plaqueta em latão, com o nome do vencedor gravado.

A homologação do resultado final do “21º Prêmio Literário Paulo Setúbal – Contos, Crônicas e Poesias” está disponível para consulta no site da Prefeitura de Tatuí (https://bit.ly/3YgrlRp).

PREMIAÇÃO

O “21º Prêmio Literário Paulo Setúbal – Contos, Crônicas e Poesias”, de abrangência nacional, bem como o Prêmio Galardão, uma honraria recebida por Paulo Setúbal na Academia Brasileira de Letras, destinado única, e exclusivamente, às obras de autores nascidos ou residentes há mais de dois anos em Tatuí, premiou os seguintes vencedores em cada categoria:

– Contos

1º lugar recebeu troféu e premiação no valor de R$ 3 mil: Rosiane Gonçalves de Oliveira, de Cidade Ocidental/GO, com a obra “Acéfalos”;

2º lugar recebeu troféu e premiação no valor de R$ 2 mil: Carine Valéria Mendes dos Santos, de Maceió/AL, com a obra “Terradentro”.

3º lugar recebeu troféu e premiação no valor de R$ 1.500,00: Márcio Fernandes Maurício, de Brasília/DF, com a obra “Miss Dólar 2019”.

Prêmio Galardão recebeu troféu e premiação no valor de R$ 1.500,00: Lúcio Rodrigues Júnior, de Tatuí/SP, com a obra “Remetido Sangue”.

Menção Honrosa para André Luís Soares, de Guarapari/ES, com a obra “Aos sonhos que não derretem ao sol”.

Menção Honrosa para Bruno Cola Greggio, de Belo Horizonte/MG, com a obra “Redibição”.

Menção Honrosa para Fábio José Rios da Costa, de Salvador/BA, com a obra “Assafah”.

Menção Honrosa para Gilvanio Moreira, de Recife/PE, com a obra “O Estrangeiro”.

Menção Honrosa para Jaeder Soares Moreira Júnior, de Minas Gerais/MG, com a obra “Mudando de Vida”.

Menção Honrosa para Joice Poliana Wanner, de Paulínia/SP, com a obra “Que te carregue”.

Menção Honrosa para Lauro Roberto Elme, de Praia Grande/SP, com a obra “Leopold Esperantino ‘O Magnífico’ Versus Hypnotrix”.

Menção Honrosa para Marcel Sepúlvida Beliene Júnior, de São Fidélis/RJ, com a obra “O palácio de papelão”.

Menção Honrosa para Marcos José Custódio Neto da Silva, de São Luís/MA, com a obra “Escuro”.

Menção Honrosa para Maria Cristina Siqueira, de Tatuí/SP, com a obra “Mulher de superfície em mergulho privado”.

Menção Honrosa para Mônica Beatriz Bockor, de Registro/SP, com a obra “O olho do conde”.

Menção Honrosa para Oséias Mendes de Oliveira, de São Bernardo do Campo/SP, com a obra “Pedras de uma pirâmide”.

Menção Honrosa para Ricardo França de Gusmão, de Rio de Janeiro/RJ, com a obra “A sala de aula dos passarinhos e o professor que aprendeu a voar”.

Menção Honrosa para Ronaldo Dória dos Santos Júnior, de Rio de Janeiro/RJ, com a obra “Cativeiro”.

Menção Honrosa para Sadi Pierozan, de Canoas/RS, com a obra “A carta”.

– Crônicas

1º lugar recebeu troféu e premiação no valor de R$ 3 mil: Rodrigo Cañete Madeira, de Curitiba/PR, com a obra “Meu emérito barbeiro”.

2º lugar recebeu troféu e premiação no valor de R$ 2 mil: Francisco Falabella Rocha, de Belo Horizonte/MG, com a obra “Acabou a Poesia!”.

3º lugar recebeu troféu e premiação no valor de R$ 1.500,00: Diogo Tadeu Silveira, de Oliveira /MG, com a obra “Esse ano”.

Prêmio Galardão, recebeu troféu e premiação no valor de R$ 1.500,00: Paulo Eduardo Flores da Silva, de Tatuí/SP, com a obra “Cronesia – Crônica de uma poesia reticente”.

Menção Honrosa para Bruna Santos Silva, de Fortaleza/CE, com a obra “Estiagem”.

Menção Honrosa para Danilo Drumond Avelino, de Belo Horizonte/MG, com a obra “Fobias aéreas”.

Menção Honrosa para Eduardo Alves de Miranda, de Tatuí/SP, com a obra “A Poltrona Rebelde”.

Menção Honrosa para Felipe Ribeiro Pires de Moraes, de Belo Horizonte/MG, com a obra “Lourdes”.

Menção Honrosa para José Carlos Mendes Brandão, de Bauru/SP, com a obra “O homem sem nome”.

Menção Honrosa para Maria Denise dos Reis Pimentel, de Brasília/DF, com a obra “A larva saprófita”.

Menção Honrosa para Maria Medianeira Agostini Mello, de São José/SC, com a obra “Culpa do Sistema”.

Menção Honrosa para Odimar Justino Martins Proença, de Tatuí/SP, com a obra “A luz das estrelas”.

Menção Honrosa para Rafael Imbroinisio Gonçalves, de Rio de Janeiro/RJ, com a obra “Aprendendo a latir”.

Menção Honrosa para Robson de Jesus Silva, de São Paulo/SP, com a obra “O que é a vida”.

– Poesias

1º lugar recebeu troféu e premiação no valor de R$ 3 mil: José de Assis Freitas Filho, de Feira de Santana/BA, com a obra “Ensaio para uma teoria sobre o critério da verdade”.

2º lugar recebeu troféu e premiação no valor de R$ 2 mil: Silvio Valentin Liorbano, de Osasco/SP, com a obra “A Lágrima do Peixe”.

3º lugar recebeu troféu e premiação no valor de R$ 1.500,00: Daniela Rezende Seixo de Brito Mendes Fernandes, de Goiânia/GO, com a obra “Pinceladas do Mestre”.

Prêmio Galardão, recebeu certificado, troféu e premiação no valor de R$ 1.500,00: Danielle Oliveira de Menezes Pinto Rafful Kanawaty, de Tatuí/SP, com a obra “Sopa de letrinhas”.

Menção Honrosa para Anna Lúcia de Souza Maestri, de São Paulo/SP, com a obra “Declamação de Bens”.

Menção Honrosa para Carolina Rieger Massetti Schiavon, de Osasco/SP, com a obra “A Poesia da língua”.

Menção Honrosa para Carolina Valverde, de Belo Horizonte/MG, com a obra “Verbo Ser”.

Menção Honrosa para Cássio Andrade Fonseca, de Três Corações/MG, com a obra “Ser e não ser”.

Menção Honrosa para Douglas Massamitsu Yamakami, de São Paulo/SP, com a obra “Redivivo”.

Menção Honrosa para Gabriel Marques Messias, de São Paulo/SP, com a obra “Bem Devolvido”.

Menção Honrosa para Gabriel Nunes Yared Lima, de Macapá/AP, com a obra “Sementes”.

Menção Honrosa para Gabriela Guinatti Crivelaro Lopes, de Campinas/SP, com a obra “Parto”.

Menção Honrosa para Jade Porfírio Cardoso Espinoza, de Brasília/DF, com a obra “Poema da Ecolalia”.

Menção Honrosa para José Cupertino de Freitas Júnior, de Fortaleza/CE, com a obra “Um não agosto”.

Menção Honrosa para José Manuel da Silva, de Rio de Janeiro/RJ, com a obra “Realidade crua”.

Menção Honrosa para Luiz Paixão Lima Borges, de Betim/MG, com a obra “O tamanho da fome”.

Menção Honrosa para Oly Cesar Wolf, de Campo Largo/PR, com a obra “Alma Infante”.

Menção Honrosa para Otacílio Cesar Monteiro, de Limeira/SP, com a obra “Porta retrato”.

Menção Honrosa para Régia Mabel da Silva Freitas, de Salvador/BA, com a obra “Um intelectual pretagonista”.

Menção Honrosa para Roberto Basílio de Matos, de Cotia/SP, com a obra “Semente”.

Menção Honrosa para Ronaldo Dória dos Santos Júnior, de Rio de Janeiro/RJ, com a obra “Oitenta Tiros”.

Menção Honrosa para Salete Magalhães Alves, de Coaraci/BA, com a obra “Quando as nuvens não são mais de algodão”.

Menção Honrosa para Silva Filho, de São José/SC, com a obra “Canto para a [minha] morte”.