Uma cidade que encanta ...

MUSEU HISTÓRICO “PAULO SETÚBAL” RECEBERÁ OFICINA DE MINIDOCUMENTÁRIO COM CELULAR, DO PROJETO “PONTOS MIS”

O Museu Histórico “Paulo Setúbal”, da Prefeitura de Tatuí, sediará nesta quinta-feira (18/5), às 14h, uma Oficina gratuita de minidocumentário com celular, promovida pelo Projeto “Pontos MIS”, do Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS).

Com duração de 4 horas e indicada para crianças a partir de 7 anos de idade, a Oficina será ministrada pelo cineasta, fotógrafo e arte-educador Ralph Friedericks. Durante o curso, os participantes assistirão alguns curtas e documentários para entender como eles foram realizados. Em seguida, produzirão pequenos documentários, desde a ideia inicial até a finalização, passando pelo roteiro e pela filmagem. No final da Oficina, haverá uma sessão dos curtas realizados por eles.

O Museu Histórico “Paulo Setúbal”, local da Oficina, está situado na Praça Manoel Guedes, n° 98, Centro. Mais informações podem ser obtidas pelos e-mails educativo.paulosetubal@gmail.com ou museupaulosetubal@gmail.com; ou ainda pelo telefone (15) 3251-4969.

SOBRE O OFICINEIRO

Ralph Friedericks estudou Fotografia e Roteiro, em Paris (França), e Propaganda & Criação, na Universidade Mackenzie, em São Paulo. Atualmente, trabalha na empresa Matiz Filmes e Produções, onde é produtor, diretor e roteirista de cinema e vídeo, tendo realizado e produzido curtas-metragens, videoclipes, vídeos institucionais, documentários e reportagens.

Desenvolveu mais de 60 Oficinas diferentes sobre Audiovisual (cinema-vídeo, fotografia, brinquedos ópticos e animação) e coordenou mais de 200 delas, desde 2001, nos mais diversos lugares, tais como: SESC da capital paulista, do interior do Estado de São Paulo e de Paraty (RJ); Casas de Cultura; ONGs (Gol de Letra, Sal da Terra e Projeto Criador); Oficinas Culturais do Estado de São Paulo (capital e interior); Projeto Pontos MIS, do Museu da Imagem e do Som de São Paulo; SESCOOP de São Paulo; Maratona MIS, do Museu da Imagem e do Som de São Paulo; Escola Pública (Tarsila do Amaral) e Escolas Particulares (Bakhita e BEACON); Fábricas de Cultura de São Paulo; Festivais de Cinema (Festival Curtas Kinoforum  e Festival Cine Fantasy, em 2019); e outros.

Em setembro de 2008, realizou uma Oficina de Vídeo nas comunidades ribeirinhas da Amazônia, dentro do Projeto “Navegar Amazônia”, do diretor Jorge Bodanzky. Em 2012, promoveu a Oficina de Vídeo com Celular, na Campus Party, em projeto do Tela Brasil (Luiz Bolognesi e Laís Bodanzky), de São Paulo. Em 2017, fez a Oficina de Vídeo com Celular e Animação Stop Motion com Grãos, durante o evento “FESTA”, no SESC Itaquera, e a Oficina de Óculos-Foto 3D, no Circuito SESC de Artes (SESC-SP), em nove cidades do interior de São Paulo.

Realizou exposições fotográficas em Paris, São Paulo e Brasília. Já publicou fotografias em livros (Editora Boitempo), calendário e revistas (Editora Abril).

Também promoveu diversos curtas-metragens exibidos em Festivais e na TV. Ganhou prêmio de público com o curta “PONTOS DE VISTA”, no Festival do Minuto 2000 (codireção com Ale Machado).

Foi premiado com a fotografia “Solitude na Ladeira General Carneiro”, em 1999 (Prêmio Aquisição da Secretaria de São Paulo/Festival do Minuto Fotografia).

Cursou: “História e Linguagem do Cinema”, com o crítico da Folha, Inácio Araújo, em 2019; “A Linguagem da Fotografia”, como aluno especial no setor de Pós-Graduação na ECA USP (São Paulo), com o professor Atílio Avancini, em 2015; “O Roteiro de Audiovisual”, no Conservatório Europeu de Escrita Audiovisual de Paris (CEEA), em 2001.