Uma cidade que encanta ...

DALILA RIBEIRO É A ENTREVISTADA DO TERCEIRO EPISÓDIO DE PROJETO COM ARTISTAS LOCAIS NO CANAL DO MUSEU “PAULO SETÚBAL” NO YOUTUBE

Contemplado pelo 3º Festival de Arte e Cultura, da Prefeitura de Tatuí, o Projeto “Vozes da Arte de Tatuí: fortalecendo a diversidade e a representatividade por meio de entrevistas com artistas locais”, de Raul Galhego da Silva, lançará às 12h desta quarta-feira (13/9) seu terceiro episódio no canal do Museu Histórico “Paulo Setúbal” no YouTube (https://bit.ly/2Yuui6i).

A atriz e professora de Teatro do Conservatório de Tatuí, Dalila Ribeiro, é a protagonista deste episódio. A artista participou da 13ª Mostra de Teatro Estudantil; foi jurada da 3ª Mostra de Teatro Amador e Cenas de Curtas, da cidade de Quadra; atuou na peça “As Três Marias” e participou como atriz e pesquisadora do Grupo “Asas”, de Tatuí.

A entrevista foi conduzida por Jony Marcondes, também idealizador do programa junto com Raul Galhego. Ao todo, serão apresentados 10 episódios de entrevistas com artistas locais, com especial ênfase em mulheres, pessoas da comunidade LGBTQIAP+ e negros, com o objetivo principal de promover a diversidade e a representatividade na cena artística de Tatuí, destacando a voz e o trabalho destas pessoas.

De acordo com Raul, a proposta também é ampliar a visibilidade desses talentos, valorizando a produção artística local e fomentando a participação do público em eventos culturais da cidade. Além disso, o Projeto pretende contribuir para o fortalecimento da cena cultural de Tatuí, estabelecendo um diálogo com a comunidade artística local e estimulando a criação de novas parcerias e colaborações entre os artistas.

SOBRE RAUL GALHEGO

Editor audiovisual independente. Atualmente cursa o 6º semestre de Produção Fonográfica na FATEC – Faculdade de Tecnologia de Tatuí “Prof. Wilson Roberto Ribeiro de Camargo”. Já atuou em diversas áreas, incluindo coordenação de equipes, produção de conteúdo audiovisual e edição de áudio. Foi coordenador da equipe de edição no projeto “Biblioteca Falada”, da Unesp Bauru, e trabalhou no projeto “Revista Torta”, também da Unesp Bauru, atuando no braço do projeto chamado RT na TV, responsável por converter para vídeo as matérias redigidas pelo projeto. Atualmente, realiza edições de vídeos para redes sociais e está trabalhando na edição de um videoclipe para um artista de Jandira (SP).

SOBRE JONY MARCONDES

Pianista, compositor e arranjador, letrista, cantor, escritor e produtor fonográfico. Atua desde meados de 2003 e está contando sua história musical cronologicamente por meio de seus álbuns disponibilizados nas principais plataformas de streaming. Traz em seu trabalho um misto de sentimentos, como a nostalgia da infância, gritos de protesto vindo de sua referência punk e postpunk e o niilismo do movimento gótico. Formado em Produção Fonográfica pela FATEC – Faculdade de Tecnologia de Tatuí “Prof. Wilson Roberto Ribeiro de Camargo”, atualmente é estudante de Piano Erudito no Conservatório de Tatuí.