Uma cidade que encanta ...

BATE-PAPO COM A ESCRITORA BIA BONDUKI ACONTECERÁ NESTA QUINTA-FEIRA (18/5), NA BIBLIOTECA MUNICIPAL

A escritora Bia Bonduki conduzirá, nesta quinta-feira (18/5), às 9h, na Biblioteca Municipal “Brigadeiro Jordão”, da Prefeitura de Tatuí, um bate-papo sobre o seu livro “Até contentar o coração”, lançado pela Eita Editora. A ação, promovida pela Biblioteca, é coordenada pela professora Maria Salete Pereira e faz parte do Projeto de Incentivo e Fomento à Leitura, além de integrar a programação literária de maio, mês em que é comemorada a Literatura Tatuiana.

O encontro visa debater não somente sobre o livro, mas também experiências de intercâmbio, de amores e de transformações juvenis, em um bate-papo descontraído com alunos do Ensino Médio do Colégio Gênesis.

O trabalho literário de Bia – cujos exemplares estão disponíveis na Biblioteca -, mergulha em um mar de cartas, e-mails, históricos do MSN Messenger, HDs externos, além da própria memória da autora para processar um relacionamento terminado há décadas. Nesta obra de autoficção, a trajetória do primeiro amor é narrada sob o ponto de vista da autora, em trechos que se alternam revelando inocência, paixão, sarcasmo e cansaço. Escrito durante a pandemia da COVID-19, em 2020, “Até contentar o coração” é um encerramento, uma ode e um pedido de desculpas que eventualmente sentimos a necessidade de fazer para um amor que acabou.

As escolas, entidades e grupos interessados em participar de ações como esta, devem procurar a coordenadora Maria Salete Pereira na Unidade Bibliotecária, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h e está situada na Rua Santa Cruz, n° 405, Centro. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail biblioteca@tatui.sp.gov.br ou pelo telefone (15) 3259-5647.

SOBRE A ESCRITORA

Bia Bonduki é filha de tatuianos e nasceu na capital paulista em 1981, crescendo no interior do Estado de São Paulo. É formada em Comunicação Social pela ESPM e pós-graduada em Criação de Estilo e Consultoria de Imagem.

Atuou por uma década como redatora publicitária e exerceu por quatro anos a mesma função na área de Jornalismo, escrevendo para diversos veículos, entre eles, UOL, Folha de São Paulo, Jezebel e Vírgula. Trabalhou como assessora de imprensa, produtora de moda, secretária executiva de chefe de missão em Embaixadas e, durante seis anos e meio, foi dona/chef/social media na Hanuni Culinária Árabe.

No ano de 2020, durante a pandemia da Covid-19, decidiu que era hora de resolver alguns assuntos internos e dedicar-se à literatura.